Arquivo da tag: tecnologia

Quem inovou: a propaganda ou a tecnologia?

Um anúncio recente da Nivea para revista permite carregar a bateria do celular sem tomada ou eletricidade, bastando utilizar a saída USB do carregador.

Criação da Draft FCB, o anúncio é impresso em um papel que capta a energia solar e possui um plug para carregar o telefone. Assim, promove a linha de protetores da Nivea, mostrando que os consumidores não precisam sair do sol (do parque, da praia…) nem para carregar o celular.
nivea carregador
————————

Duas conclusões: nós, profissionais da comunicação, aproveitamos muito pouco as possibilidades de criação em revista; e nós, sociedade, aproveitamos menos ainda a capacidade de geração de energia solar.

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Sem erro

Não sei mais como cheguei na página do Hospital Albert Einstein, mas está uma notícia sobre um equipamento chamado Vein Viewers, que mapeia as veias com luz infravermelha:

O equipamento permite encontrar pequenos vasos através da pele, usando apenas luz infravermelha. O médico do hospital destaca que, além de evitar a dor nas várias tentativas de achar a veia, o método é mais seguro porque com menos picadas são menores as chances de infecções. Genial, não?

A notícia é de 2010, quando a tecnologia já estava sendo usada no hospital. Até agora, nunca vi isso em outros hospitais (e nem falo sobre as instituições públicas de saúde). Alguém já?

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Inclusão tecnológica ou social?

Um app brasileiro é um dos finalistas da premiação que está sendo realizada de hoje a 5 de fevereiro pela ONU, a WSA-Mobile, que irá eleger os melhores aplicativos móveis do mundo.

Criado por três empreendedores de Maceió (Alagoas), o Hand Talk traduz frases em português para Libras, linguagem utilizada por deficientes auditivos. Em fase de desenvolvimento, os criadores dizem aperfeiçoar as expressões do avatar, especialmente as faciais, já que não são apenas as mãos que comunicam.

Um outro app interessante que está concorrendo ao prêmio é o WheelMap, um mapa online que indica as melhores rotas para pessoas que usam cadeira de rodas. O app alemão é abastecido pelas informações dos próprios usuários sobre locais públicos e estabelecimentos comerciais com melhor acessibilidade.

Tantas empresas focadas em desenvolver apps que não servem para nada além de entreter, poderiam dedicar uma parte do tempo e investimento para promover a inclusão social – conquistando bons lucros e reconhecimento internacional, como nesta premiação da ONU.

* Ideia indicada por Lilian Cunha

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A capacidade da mudar padrões

O melhor celular já foi o menor celular, mas agora pode medir quase 15 cm de altura por 9 de largura, como o Galaxy Note.

O iPad, do qual a tela de 9.7 polegadas sempre foi exemplo para fabricantes de tablets, teve hoje anunciado seu irmão mais novo, o iPad mini, com tela de 7.9 polegadas:

O mercado (e a publicidade) apenas joga com desejos e necessidades. Somos nós que decidimos mudar nossas opiniões ou não. E mudamos, quase sempre.

Por enquanto as opiniões que ouço sobre o Galaxy Note é que é um absurdo colocar um telefone daquele tamanho na orelha. Na Coreia do Sul, onde é fabricado pela Samsung, foi um dos celulares mais vendidos no ano e elevou a um nível recorde os lucros da empresa. Dúvido que se ele chegar a ser um dos mais vendidos por aqui, seu tamanho continue causando estranheza.

Basta algumas pessoas mudarem a opinião, para outras tantas mudarem e para se criar uma nova crítica coletiva daquilo que é bom e daquilo que não é. E não digo que isso é ruim, é apenas o comportamento humano.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma ajuda para votar

Não deve ser fácil pensar em ideias novas de reportagens e aplicativos jornalístico a cada ano, na época das eleições. A Folha, neste ano, usou a criatividade e produziu um “buscador” de candidatos para Vereador em São Paulo.

Os 1.227 candidatos que disputam 55 cadeiras na Câmara Municipal de São Paulo podem ser encontrados fazendo uma busca por características diversas:

Algumas são bastante interessantes como o patrimônio declarado, região de atuação e as prioridades para o mandato.

Só me levantou uma sobrancelha o porquê de religião, idade, estado civil… Será que tem gente que realmente leva isso em conta na hora de votar? Se sim… que tristeza!

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Não vivemos sem telefone, mesmo.

Me surpreendi com um vôo da companhia aérea Qatar… Não sei se outras têm o mesmo serviço. Na TV disponível em cada poltrona há um telefone acoplado. Por ele você pode fazer ligações para outras pessoas que estão no avião, digitando o número da poltrona em que elas estejam, ou (o melhor) fazer ligações para seu País de origem ou destino, pagando um valor estabelecido, em dólares, próximo ao de uma ligação internacional.

Para pagar também é bem simples: o próprio “telefone” tem um local para passar o cartão de crédito.

E para quem vai gastar tediosas e longas horas voando, o telefone tem em sua parte porterior os botões de um controle de video-game. Na tela da TV, você escolhe o jogo que prefere e se irá jogar sozinho ou com os companheiros de viagem. Com opções que vão bem além do Tetris…

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Um logotipo, no plural

*indicado por @maricamposjusto

Com um pouco de matemática e programação, o logo do MIT (Massachusetts Institute of Technology) foi transformado em identidade visual, e individual, para cada funcionário do Instituto.

Os “spotlights”, em 12 cores diferentes, podem ser organizados em 40 mil combinações diferentes, que estampam cartões, sites e outros materiais de seus professores e funcionários.

Se nem a gente tem uma identidade (ou imagem) única e imutável, porque uma empresa tem que ter?

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized