Arquivo da tag: publicidade

Chocolates adesivados

Ideia simples e genial.

A FHV BBDO de Amsterdã  realizou uma ação promocional para o chocolate Mars, retirando o logo da embalagem e vendendo cartelas adesivas com letras, acentos e pontuações na mesma tipografia do logo tradicional.

 

* Imagem publicada em Marketing na Cozinha

 

Imagina a repercussão de uma ação simples como essa em ocasiões especiais, como no Dia dos Namorados ou no Dia dos Pais, que se aproxima.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Criatividade impressa

Publicidade em jornal não é em geral um exemplo de criatividade, mas quando acertam…

propaganda

Essa é a propaganda da Eldorado Brasil, fábrica de celulose que levou sua faixa de inauguração ao jornal, chamando a participação (e a atenção) de cada leitor.

 

E, nesta, da agência Borghi/Lowe, não foi preciso inventar novos formatos.

Para facilitar a leitura da imagem, o texto é:

Comunicado importante ao mercado

Ueeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeebaaaaaaa!!! (até o final da página).

Omo,
Petrobras Distribuidora
e Subway.

Três contas novas em apenas um mês.

Estamos felizes, ué.”

CAM00065

O texto, simples e só ele, fez seu papel.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Nem o Google anunciaria uma vaga assim

Publicidade levada a níveis astronômicos, no anúncio de vaga para “Astronauta”, da Ascan Brasil:

astronauta

To até me perguntando porque é mesmo que eu fiz Jornalismo…

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Morte à frase: “Você não sabia?”

A princípio, estava aqui de passagem, só pra comentar a esperteza da VML Brasil com a propaganda feita com o Tufão (um dia Murilo Benício) para a Vivo. Nela, o ator fala ser o último a ficar sabendo das coisas, o que não aconteceria agora que tem Internet no celular. Mas… no Brainstorm9, blog onde vi pela primeira vez a propaganda, outro discurso ganhou a atenção.

O autor do blog conta o sucesso do vídeo dizendo que não assiste à novela, e os leitores começam uma chuva de críticas. Na maior parte dos comentários, a reclamação é porque ele teria obrigação de assistir, de saber o que se passa com Tufão e Carminha.

Não sei quando essa inversão aconteceu, mas assistir à novela passou de ato malvisto à necessidade de quem trabalha com comunicação.

Essas mesmas pessoas que trabalham com comunicação podem não saber nada de política, nada de debates sociais, nada de economia mundial, mas têm a obrigação de saber quem é Tufão e Carminha. E de, quem sabe, bradar para que a justiça seja feita com esse pobre rapaz (que não usa Internet Vivo).

Esse tipo de julgamento, ou de discurso, que diz inconformado “Você não sabia???”, para mim, é hipocrisia pura. Quando uma pessoa cobra outra por não saber de algo, está ignorando tudo aquilo que ela também não sabe. E esquecendo que cada um tem suas prioridades sobre que conhecimentos quer adquirir.

————————————————————————————————————

Para quem não viu a propaganda da Vivo:

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

100% e só

Não sei se sou exceção, mas não costumo curtir fanpages no Facebook, me sinto fazendo propaganda à toa. Já curtir uma ideia boa, sem a propaganda descarada de que é da marca x ou y, acho muito mais interessante.

A campanha recente da cerveja Itaipava (e sua presença no Facebook) faz exatamente isso, substitui a marca por uma característica do produto. No caso, a imagem que acompanha todos os posts é a do número 100%, referente à água 100% cristalina utilizada na fabricação.

O símbolo de 100% em todas as postagens torna-se uma marca agregada. As pessoas compartilham os posts  (e o diferencial da Itaipava) sem diretamente ter a intenção de fazer propaganda da cerveja.

E, assim, outra questão também aparece: mais vale a exposição de uma marca ou do diferencial que essa marca tem?

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Flashmob de cultura

A palavra flashmob, por si própria, causa em mim uma certa repulsa. É a imagem de um monte de gente junta, fazendo algo que não serve pra coisa nenhuma.

Mas eu sei que estou errada em ter essa visão – e uma campanha publicitária de um banco (indicada por @ro_dallacqua) me fez relembrar disso:

O banco Sabadell, da Espanha, para comemorar seu 130º, realizou esse flashmob como homenagem à cidade onde nasceu. Nele, uniu mais de 100 músicos no meio de uma rua movimenta para um concerto ao ar livre.

Uma boa surpresa para quem estava no local e uma ótima propaganda para o banco.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Mais que uma marca nas mídias sociais

Já viu este case produzido pela Ambev, contando como a empresa tornou suas marcas líderes entre as fun pages brasileiras e mundiais?

* Publicado por: Joserenatogimenez.wordpress.com

O que achei mais interessante foram as fun pages da Brahma, ligadas aos times que a marca patrocina (BrahmaFla, BrahmaVasco e BrahmaPalmeiras).

Nessas páginas, o assunto não é cerveja, mas sim futebol. Postando notícias do time (produzidas pelo Esporte Interativo), a fun page do BrahmaFla já conquistou 1,5 milhão de “curtir”, e as dos outros times também não estão muito atrás.

A empresa não se limitou a utilizar as redes sociais pra falar com seus fãs, ela criou um universo novo de seguidores, que compartilham, quase sem nem perceber, as mensagens de amor ao seu time (e à cerveja).

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized