Arquivo da tag: google

Os e-mails importantes, e o resto

Novamente, esperto não é quem disponibiliza tudo na Internet, é quem seleciona o que importa.

Viu o Prioridades (Priority Inbox) do Gmail?

Tinha já falado aqui dos botões de maior e menor importância. Eles agora fazem parte de uma nova maneira de ler e-mails, com toda sua caixa de entrada podendo ser dividida em e-mails prioritários (Important) e demais (Anything else).

Assim como o Google, que analisa os links em que você clica para mostrar resultados mais próximos às suas escolhas nas buscas seguintes (tornando-se uma ferramenta personalizada sem nem percebermos isso), o Gmail também vai ficando melhor com o tempo na seleção correta das mensagens.
Além do usuário poder indicar quais mensagens têm maior ou menor importância, o Gmail prevê essa classificação lendo sinais como:

  • Para quem você envia mais e-mails
  • Quais mensagens você abre com maior frequência
  • Que palavras chaves mostram seus interesses (Por exemplo, se você sempre abre e-mails com a palavra “esportes”, novas mensagens que contenham essa palavra serão classificadas como mais importantes)
  • E o uso das estrelinhas e dos e-mails arquivados, mostrando que estes remetentes são mais importantes que os demais

A ideia pode ser útil para perdermos menos tempo com e-mails que não interessam e, também, para se observar como na Internet as ferramentas mais eficazes não são aquelas com um resultado definitivo, mas as que vão se definindo com o tempo, se moldando com cada usuário.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Arte de rua sem por os pés pra fora de casa

Mais uma vez, ganhar atenção na web não é oferecer tudo, é selecionar o que interessa e abrir novas possibilidades.

Utilizando o Street View do Google, ferramenta aberta na Internet, a agência Loducca fez para a marca RedBull uma seleção de pontos com artes de rua e montou um mapa interativo, no endereço www.streetartview.com.

Nesse mapa, quaisquer pessoas interessadas podem marcar novos pontos com obras de arte e ver os últimos locais adicionados. No primeiro mês, o site teve 3 mil visitas e 4 mil obras registradas no mapa.

Com esse case, a Loducca é a única finalista brasileira no Cyber Lions 2011, concorrendo em duas categorias: corporate information e viral marketing.

O projeto, que criou com a ajuda de cada internauta um museu online único, vencendo ou não em Cannes já é por si só uma vitória dos artistas brasileiros de graffiti com o reconhecimento de suas obras.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Sempre a mesma escolha, sempre as mesmas ideias

A gente cresce quando está fora da zona de conforto, quando está frente àquilo que desconhecemos. Certo? Ceeeeerto. Mas sair da zona de conforto quem é que quer?

Essa característica é da natureza humana, mas tem um reflexo gigante na Internet. Quanto mais informações temos, precisamos de filtros para selecionar o que iremos ver e, por afinidade, acabamos nos mantendo nos mesmos textos, nos mesmos amigos, nos mesmos pensamentos.

Fiquei pensando nisso depois de ler o texto “O excesso de conteúdo ganhou da atenção. De novo.”, publicado ontem por Daniel Sollero no Brainstorm. Ele cita o livro The Filter Bubble, que mostra como ferramentas como Google e Facebook fazem essa seleção de informação – ou restrição de informação – sem nem percebermos. Seguindo nosso comportamento na web, esses sites nos indicam sempre resultados parecidos com o que costumamos clicar, nos mantendo dentro de uma “bolha”.

A nova opção do Gmail, para avaliar e-mails como mais ou menos importantes, é um exemplo dessa armadilha que construímos para nós mesmos. Se você foca a atenção apenas nos e-mails mais importantes – os enviados por seus contatos mais próximos, por exemplo – pode estar perdendo uma chance única enviada por alguém que, até então, não estava na sua lista de remetentes prioritários.

No vídeo do autor do The Filter Bubble, Eli Pariser, no TED, ele mostra ainda como essa bolha ignora a relação entre o que gostamos e o que “temos” que gostar. Não é, por exemplo, porque clicamos em sites de entretenimento que vamos substituir notícias de política e economia pelo novo hit da Lady Gaga.

Achar o equilíbrio (na vida e na web) é complicado, mas é nossa obrigação.

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Ih! Enviei!

Foi mandar email pra uma amiga e acabou enviando pra chefe de mesmo nome? Ou enviou o convite pra festa pra todo mundo mas esqueceu bem aquela amiga que não te perdoaria nunca pelo esquecimento?

“Don’t forget Bob” (Não esqueça o Bob) e “Got the wrong Bob?” (Foi o Bob errado?) são dois implementos que foram desenvolvidos pelo Gmail Labs para evitar as tão comuns confusões descritas acima, e que estão agora disponíveis para todas as contas de Gmail

O primeiro deles, Não esqueça o Bob, aparece logo abaixo do destinatário, como uma sugestão de inclusão. O “also include” mostra nomes de algumas pessoas que você costuma enviar mensagens em grupo.

A segunda funcionalidade, Foi o Bob errado?, indica – no mesmo local do e-mail, abaixo do destinatário – se não deveria substituirpor alguém com uma pessoa de nome similar, que costuma estar no grupo para o qual você está enviando a mensagem.

Em ambos os casos, é só clicar no nome da pessoa para que ela seja incluída ou substituída.

No blog do Google, eles pedem para que as pessoas enviem o feedback dessa mudança utilizando o “@gmail” em suas mensagens do Twitter. Feedback obviamente positivo, já que muita gente deverá ser salva das gafes graças a essa ideia.

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Criatividades do Google

Além dos Doodles especiais, que já postei aqui, demais o que eles fazem com algumas das imagens comemorativas, pra formarem o nome Google:

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Google Doogle Doo

Que o Google é criativo em seus Doodles – variações do logo na página inicial – é uma unanimidade. Mas, revendo todos os logos já publicados, encontrei alguns geniais.

No Hallowen, a inovação foi a sequência de imagens. Dividido em 5 partes, os logos formaram uma história de mistério do Scooby Doo:

No aniversário de 70 anos de John Lennon, o logo tinha um símbolo de Play que, ao ser clicado, abria um vídeo com ilustrações ao som de “Imagine”:


E o mais legal de todos,  no aniversário de 30 anos do jogo PAC-MAN. O botão “Estou com sorte” virou “Insert Coin” e bastava clicar para iniciar o jogo, guiado, na própria página, pelas setas do teclado:

Ainda é possível jogar, clicando aqui.

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

1 voo, 1 livro

O projeto Leitura para Viagem é uma criação bacana da agência Santa Clara para a Suzano, com produção da D3. Para promover a marca de papéis, o projeto envolveu google maps e literatura para indicar ao leitor um livro que se encaixe exatamente em seu tempo de viagem.

Basta escolher os pontos de partida e destino e o site oferece uma sugestão de livro, com resenha, informações básicas e link para o site de editoras parceiras da marca, para quem já quiser comprar no ato.

O site também roda em iPad e iPhone e tem links para o “curtir” do Facebook.

Para ser mais útil, o aplicativo poderia apenas ter sido desenvolvido com a opção do leitor escolher que tipo de livro está buscando, e com mais opções de títulos para a mesma rota, caso o visitante não curta a primeira indicação.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized