Arquivo do mês: fevereiro 2013

Criatividade impressa

Publicidade em jornal não é em geral um exemplo de criatividade, mas quando acertam…

propaganda

Essa é a propaganda da Eldorado Brasil, fábrica de celulose que levou sua faixa de inauguração ao jornal, chamando a participação (e a atenção) de cada leitor.

 

E, nesta, da agência Borghi/Lowe, não foi preciso inventar novos formatos.

Para facilitar a leitura da imagem, o texto é:

Comunicado importante ao mercado

Ueeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeebaaaaaaa!!! (até o final da página).

Omo,
Petrobras Distribuidora
e Subway.

Três contas novas em apenas um mês.

Estamos felizes, ué.”

CAM00065

O texto, simples e só ele, fez seu papel.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Não só para o carnaval

O Carnaval acabou , mas algumas ideias usadas pela mídia para contar o que aconteceu nesses dias podem reaparecer ao longo do ano.

A Folha deu destaque para a participação do público com o envio de fotos pelo Intagram e destacou os blocos de rua e os sambas-enredo de Rio e SP:

carnaval folha

No estadão a atualização foi mais discreta, mas também mais prática, com a criação de um blog sobre o evento: carnaval - estadao

E a melhor cobertura (que, claro, sem a ajuda de todos os demais sites de notícias não existiria), foi a do Google. A página especial, focada na cobertura em vídeo e com formato diferenciado, cumpriu o propósito e inovou:

carnaval - google 2

Se esse formato do Google estivesse ligado ao Facebook, em vez do Google+, aí sim seria o destaque do Carnaval.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Inclusão tecnológica ou social?

Um app brasileiro é um dos finalistas da premiação que está sendo realizada de hoje a 5 de fevereiro pela ONU, a WSA-Mobile, que irá eleger os melhores aplicativos móveis do mundo.

Criado por três empreendedores de Maceió (Alagoas), o Hand Talk traduz frases em português para Libras, linguagem utilizada por deficientes auditivos. Em fase de desenvolvimento, os criadores dizem aperfeiçoar as expressões do avatar, especialmente as faciais, já que não são apenas as mãos que comunicam.

Um outro app interessante que está concorrendo ao prêmio é o WheelMap, um mapa online que indica as melhores rotas para pessoas que usam cadeira de rodas. O app alemão é abastecido pelas informações dos próprios usuários sobre locais públicos e estabelecimentos comerciais com melhor acessibilidade.

Tantas empresas focadas em desenvolver apps que não servem para nada além de entreter, poderiam dedicar uma parte do tempo e investimento para promover a inclusão social – conquistando bons lucros e reconhecimento internacional, como nesta premiação da ONU.

* Ideia indicada por Lilian Cunha

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized