O sucesso suficiente

As pessoas, cada vez mais, correm por caminhos errados ao buscar o sucesso. E minha ilusão, antes de ler este texto de uma colunista do Financial Times, era estar alheia a esse problema.

Não estou eu nem ninguém que eu conheça.

De que adianta buscarmos de maneira saudável o sucesso pessoal enquanto, o tempo todo, apoiamos o sucesso dos outros sem saber a que custo?

O texto da colunista do Financial Times dá o exemplo de um sushi man que dedicou sua vida – e a dos filhos – à perfeição de fazer um bolinho de peixe e arroz; e o de Victoria Pendleton (foto), medalhista de ouro olímpica que, tendo dedicado a vida ao ciclismo, viveu um sonho que era de seu pai, não dela, e passou por momentos de tanta pressão que tentou cortar os pulsos.

Victoria Pendleton

Aplaudimos os medalhistas de ouro, invejamos os altos executivos e colocamos no topo do pedestal o estudioso-especialista-professor, que aprendeu tudo sobre uma coisa qualquer e que, talvez, por conta mesmo disso, não teve tempo para aprender nada sobre a vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s