Uma mídia (ainda) deficiente

Eu sempre achei uma chatice vídeo de notícia na Internet sem legenda (pela simples preguiça de conectar o fone ao computador), mas nunca tinha pensado que essa chatice podia ser um problema bem mais complexo pra muita gente.

O Uol deu um passo grande no dia 16 de março ao publicar seu primeiro vídeo acessível, com legendas para portadores de deficiência auditiva, áudio descrição para portadores de deficiência visual e Libras para quem está habituado à línguagem.

A importância desse passo fica ainda mais clara nas palavras de uma das realizadoras do vídeo e presidente da ONG Vez da Voz, Cláudia Cotes:

“Andei por locais cheios de pessoas surdas, cegas, cadeirantes, com deficiência intelectual. E virei GENTE! Ouvi que a mídia não inclui. Não há legenda, Libras e nem audiodescrição nos vídeos. Pobre mídia. Está deficiente…”

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s