Porque papel é feito pra desenhar

Poucos livros hoje permitem alguma interação do leitor. Não sei para vocês, mas, na infância, não tinha nada mais divertido pra mim que livros em que se podia rabiscar, puxar uma parte para outra se movimentar, colar e descolar elementos…  A empresa The, levou a ideia para a vida adulta no livro Walls Notebook.

Criado por Sherwood Forlee e Mihoko Ouchi, um chinês e uma japonesa, o livro traz 80 fotos de muros de NovaYork, para o leitor fazer com eles o que bem entender.

“Você estará um degrau mais próximo de ser o artista de rua que sempre quis ser… Sem a parte da cadeia”, descreve o site da The.

A ideia é bacana também para midias digitais, em que tudo pode ser feito, apagado e refeito novamente. Um livro de fotos, por exemplo, de paisagens clássicas de SP, para o leitor acrescentar seus rabiscos, seria interessante.

 

Quem entrar no site da The dá uma olhadinha também em Stacked Cups e em Anti-theft Lunch Bags. Sagaz.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s