Revistas em tempos de branding

Cada vez mais uma revista corporativa é menos corporativa, cada vez mais uma revista corporativa é mais revista.

Explico, com um exemplo:

A Patrobras lançou este mês a primeira edição da Petrobras Magazine para iPad.

A matéria de capa é sobre mobilidade, com destaque para as soluções, inovações e desafios nos setores de transporte, urbanização e sustentabilidade. A revista tem também entrevista com um economista renomado e reportagem sobre a história e potencial de negócios do Peru, além de reportagem iconográfica sobre o Theatro Municipal do RJ.

“Petrobras, seu sucesso e suas conquistas” aparecem na publicação, mas isso não é vendido como informação principal.

A criação é da Selulloid Agência de Comunicação e Propaganda, que deixa ainda mais clara essa estratégia de revistas corporativas ao expor em seu site o case da revista feita para a operadora de serviços de telefonia Oi:

Tanto a revista da Oi quanto da Petrobras (e a de várias companhias aéreas) mantêm seu papel inicial de revista, de entreter e informar o leitor. A diferença é que elas criam uma dinâmica que, enquanto oferecem conteúdo, moldam também a marca e espalham suas conquistas.

E essa dinâmica, obviamente, ganha um potencial ainda maior quando envolve meios digitais.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s