Novas narrativas

Quantas vezes jornalistas e escritores pensam em uma maneira diferente de contar uma história? (Dizer que não segue o lead, obviamente, não vale.)

O livro O Bom Inverno, de João Tordo, levou o texto para o Facebook. Na página Fbooks, você só precisa “curtir” o narrador e os personagens do livro para seguir a história.

Como se eles fossem pessoas reais, publicam seus “diálogos” e também compartilham onde estão, o que estão fazendo.

Quem ficar perdido com as 100 atualizações no Mural pode seguir a história nos resumos diários postado na página do Fbooks.

O escritor podia aproveitar melhor os recursos do site para compartilhar links, músicas, enquetes, tudo o que ajuda a “definir” a personalidade dos personagens. Mas, ainda assim, é um passo interessante para quem gosta de escrever.

Como próximo passo, já parou para pensar em narrativas para tablets, iPads e afins? Quantas possibilidades estão abertas e como as estamos aproveitando?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s